terça-feira, 21 de agosto de 2012

Quem me empresta O retrato de Dorian Gray?


Pago portes, vinda e volta! Prometo devolver! Se não devolver, podem denunciar-me na internet, nos blogues e no Facebook, no Twitter e no Linkedin, em postagens consecutivas até eu ter vergonha na cara!! Vou ter uns dias de férias e sabia-me mesmo bem ler um livrinho. Não quero comprar. Sei que muitos o terão na estante, quem sabe até esquecido! Encontrei uma comunidade de livros onde o podia conseguir, mas ia demorar um pouco. Chama-se Winkingbooks! Estou a ponderar inscrever-me lá. É uma Plataforma de Troca de Livros Gratuita e é ideal para toda a pessoa que tenha um stock de livros em casa, parados, e que deseje ler sempre mais um livro do que pode comprar! A ideia é fenomenal - é transformar esses livros em moeda de troca para adquirir novos livros para ler! Desta forma os livros não ganham pó e as nossas leituras também não!

NOTA: Já me ofereceram o livro!!:))

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

O Movimento Pela Reutilização dos Livros Escolares




Num momento em que muitos educadores já adquiriram os manuais escolares para os seus filhos, vale a pena conhecer e divulgar esta iniciativa:
O Movimento Pela Reutilização dos Livros Escolares é um movimento informal de cidadãos que promove a criação e divulgação de bancos de recolha e troca gratuita de livros escolares em todo o País.O objectivo único deste movimento é tornar a reutilização de livros escolares uma prática Universal em Portugal.
O nosso Lema: Reutilizar é ainda melhor que Reciclar!Princípio de Honra do Movimento - Gratuitidade TotalTodo e qualquer produto ou serviço prestado por ou para o Movimento pela reutilização dos livros escolares ou a qualquer um dos seus bancos de recolha de livros escolares é gratuito.Nenhuma actividade deste movimento envolve dinheiro.
Como funciona o Movimento pela reutilização dos livros escolares ? - O Movimento pela reutilização dos livros escolares promove a criação e divulgação de bancos de recolha e troca de livros escolares por todo o País.Os bancos de recolha de livros escolares recebem e disponibilizam Gratuitamente livros escolares usados. Verificado o Princípio de Gratuitidade, compete ao promotor de cada banco de recolha de livros escolares definir todas as respectivas regras de funcionamento.
Propriedade dos livros ?- O Movimento pela reutilização dos livros escolares e os bancos de recolha associados não têm a propriedade dos livros que lhe são confiados. Apenas promovem a permuta entre as partes interessadas.
Quer abrir um banco de recolha de livros escolares na sua cidade ?- Por todo o País ainda há muitas cidades que não dispõe de um banco de recolha de livros escolares. Contacte-nos e colabore com este movimento. Se já promove a reutilização de livros escolares de forma gratuita e quer associar-se a este movimento por favor contacte-nos.
Como ajudar este Movimento não tendo nem precisando de livros ?-Para que esta ideia se transforme num sucesso e beneficie mais gente precisa de ser bem divulgada! A melhor colaboração que pode dar é totalmente gratuita e passa apenas por 'partilhar' esta informação com os seus amigos.Agradecemos antecipadamente a participação e divulgação desta ideia! Muito Obrigado :)Pode acompanhar-nos no facebook: www.facebook.com/Movimentopelareutilizacaodoslivrosescolares

Listagem dos bancos aderentes, aqui

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Carteiras feitas com tampinhas de plástico


As carteiras HádeHaver são concebidas manualmente através da reutilização de tampas de plástico. Estas carteiras originais são o resultado da experimentação de dois jovens arquitectos portugueses, Sandra Paulo e Bruno Barbosa. O seu caracter industrial e a sua modularidade são explorados de modo a que as tampas de plástico passem a ter uma nova função, conferindo-lhes um novo sentido estético. Através de diferentes conjugações, tipo de tampa (cor, dimensão, textura), malha formal e forro (variação de cor), conseguimos obter formas únicas. O objectivo é conceber modelos de carteiras singulares e irrepetíveis. As carteiras subdividem-se em quatro modelos diferentes, desde clutches a carteiras de ombro. Assim, de modo de garantir a originalidade de cada peça é-lhe atribuído um nome de uma personalidade feminina relevante da Historia de Portugal, começando pelas suas rainhas. Como produto final surge uma carteira singular, apelativa e funcional à qual ninguém consegue ficar indiferente.

Tubular chair de Daniel Oliveira - reutilização de materiais

"A esplanada desenvolvida no início do Verão de 2012, resulta de um processo evolutivo de um conceito e do teste de uma ideia em vários ambientes.
A “tubular chair” foi, assim, criada como forma de dar resposta crescente às expressões cenográficas do carácter de Daniel Oliveira. Sustentada no princípio de reutilização de materiais, como forma de reduzir os custos de produção e contribuir para um mundo sustentável, a “tubular chair” que compõe a esplanada é o 3º estágio de evolução do conceito desenvolvido.Numa primeira fase, a ideia passou por pegar naquilo que, no processo industrial, se apresenta como resto, sobra e desperdício e aplicá-lo como material de construção, reutilizando-o. Nesta peça, existem duas componentes do design, a estrutura e o revestimento. A primeira é composta pelos tubos de papel que são o núcleo das bobines de linhas, desperdícios da indústria têxtil. O tecido usado no revestimento são sobras e restos da mesma indústria.A produção da “tubular chair” passou por, numa primeira fase explorar o conceito de uma forma estética com um design arrojado, por forma a provar a possibilidade de criar o “belo” a partir do lixo. Uma vez criada a primeira peça, os bancos desenvolvidos para o “evento largo” procuraram testar a funcionalidade e a portabilidade do conceito num ambiente em que se exigia a sua praticabilidade. Foi também neste evento que surgiu a união da “tubular chair” com as mesas resultantes do reaproveitamento das bobines de cobre utilizadas nas telecomunicações.Por fim, a “tubular chair” adquiriu a forma cuidada que apresenta nesta esplanada, através de um apuramento das técnicas envolvidas no processo de construção. Nesta versão, houve necessidade de se realizar uma adaptação ergonómica das mesas, por forma a atingirem a altura desejada.Sendo este um estágio transitório de amadurecimento do conceito, constantemente em actualização, esta peça demonstrou que o mesmo pode ser expresso de diversas formas devido ao seu carácter modelável.
 |tubular chair| Daniel Oliveira 2012 | p/ EP estúdio café (foto Jorge Costa . texto Mário Carvalho)

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Passatempo bikinis Phax! Participa e ganha!




A Phax é uma marca colombiana de biquinis e fatos de banho. São fantásticos a nível de design e de muito boa qualidade. A vencedora do passatempo poderá escolher entre um dos dos dois biquínis acima. O mês de Agosto vai a meio e eu ainda não fui à praia! Parece impossível mas é verdade! Estou a contar com bom tempo na última semana do mês de Agosto e primeira de Setembro! Nessa altura, se eu fosse a felizarda contemplada, ainda poderia usar o bikini novo. O Passatempo termina a 26 de Agosto!Uma óptima prenda para celebrar o Verão!


As regras de participação são simples e o prémio vale mesmo a pena!É apenas preciso:
- Colocar um like na página do Sempre na Moda;
- Colocar um like na página Biquínis Phax Portugal;
- Divulgar o passatempo num dos seguintes sítios: no vosso blog, twiter ou facebook.
- Para participarem têm que ter morada em Portugal continental ou nas ilhas.
- Preencher o formulário que vão encontrar no blogue Sempre na moda  uma única vez.  Caso o façam mais do que uma vez serão desclassificadas.

Boa sorte!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...