segunda-feira, 9 de abril de 2012

A Rede Barter - o que é?


 Já ouviu falar de comércio recíproco multilateral? Sim? Não? Em duas palavras e meia, Se uma empresa produz mais do que consegue escoar, pode reverter esse excedente em créditos e recorrer a outro fornecedor para suprir necessidades sem ter de fazer mais despesas. Eis a RedeBarter!
"Se recordarmos o passado dos negócios, o “dinheiro” conforme o conhecemos, nem sempre dominou. Em tempos, vamos chamar-lhe a fase Dinheiro 1.0, este era físico, açucar, café, depois ouro, prata, e na fase Dinheiro 2.0, apareceu então o papel-moeda e o metal não valioso que hoje conhecemos e que representa o dinheiro.Mas durante todo o século XX, e já parte do século XXI, temos visto as dificuldades do sistema financeiro, sujeito a recessões cíclicas, “crashes”, e outros problemas que o “comum dos mortais”, do qual fazem parte os pequenos empresários, que constituem a maioria da força geradora de riqueza, nem sequer entendem.
Mas, aparentemente, todos temos de compactuar com essas “forças” que não entendemos. Todos temos que entender que um punhado de felizardos, que vivem “perto do céu”, “ditam” as regras pelos quais os outros biliões vivem, e fazem negócios.
A RedeBarter, sem falsas modéstias, mas com orgulho e espírito de missão, introduz em Portugal uma nova fase, que designamos de DINHEIRO 3.0, onde o dinheiro reveste diferentes formas, algumas das quais bem conhecidas de todos nós. Quem não conhece as milhas que nos permitem comprar viagens de avião, os pontos que nos permitem comprar gasolina e produtos diversos, os “vouchers”, os “cupões”, os cartões de fidelização, os créditos emitidos por esta ou aquela entidade que permitem adquirir este ou aquele produto? O próprio facebook, que todos conhecemos, já lançou a sua própria moeda de troca, os “facebook credits” que hoje apenas compram jogos, mas que brevemente servirão para muito mais.
A RedeBarter espera levar esta fase mais longe, criando um mercado onde as empresas portuguesas podem rentabilizar a sua capacidade, e expandir a sua actividade para outros países onde o comércio recíproco multilateral é uma prática vulgar, aceite e já dinamizada em centenas de milhares de empresas.
Participamos em diversas plataformas internacionais que no seu conjunto têm centenas de milhares de outras empresas, prontas a negociar com empresários portugueses, sem que a capacidade financeira, de qualquer das partes, seja um entrave à negociação.
A sua empresa está pronta para trocar bens e serviços com outras empresas?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por vir até aqui. Volte em breve pois novas coisas e ideias serão acrescentadas! Se tem sugestões não hesite em partilhá-las para que este blogue nos seja mais útil e interessante!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...