quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Geodevolutas é o mapa das casas devolutas em Portugal


Em tempo de crise generalizada, o sector da construção também não foi poupado e por isso é importante apostar na reabilitação urbana ou incentivar a opção do arrendamento de casas devolutas. Notícia da SIC do dia 24 de Novembro passado - "Mais de 735 mil casas estão desabitadas em Portugal. A maioria são habitações novas prontas a vendar ou arrendar que não têm procura. O mercado imobiliário vive uma das piores fases de sempre."
Porque não pensar em mudar este estado de coisas? Melhor ainda, porque não fazer alguma coisa? O GeoDevolutas é um projecto do Transparência Hackday Portugal, que procura assim ajudar a mudar as políticas urbanísticas em Portugal. Qualquer cidadão pode contribuir. A ideia do Geodevolutas é levar à mudança no parque de casas e prédios devolutos no país, sobretudo no centro das grandes cidades. O principal objectivo é mapear as casas devolutas, recorrendo ao crowdsourcing, ou seja, à participação de cidadãos que queiram dar notícia das casas devolutas da sua rua ou cidade. Este projecto tem também a ambição de facilitar a mudança do estado de coisas, disponibilizando alguma informação relacionada com o tema, de forma a inspirar e impulsionar a requalificação dos centros e dos espaços abandonados para fins múltiplos.

Como começar?
Só são precisos dois passos para começares a contribuir para o mapa.
1. RegistoPara começar a adicionar casas, é preciso antes fazer o registo no GeoDevolutas. Depois de confirmado, é só fazer o log-in e abrir o formulário para adicionar uma casa.
2. Enviar a informação da casa
Para adicionar uma nova propriedade ao mapa, são colocados vários campos que importa preencher.

Campos obrigatórios:

Nome: O nome da casa. Pode ser uma indicação da sua antiga função ("Antiga loja de ferragens Marmota"), uma referência à sua história ("Casa de Guilhermina Suggia entre 1885 e 1904") ou, não havendo elementos especiais a destacar, a sua morada ("Rua das Flores, 34")
Morada: É preciso incluir a morada e a localidade para o GeoDevolutas conseguir encontrar a propriedade no mapa. O código postal não é obrigatório.

Campos facultativos:
Fotos: É desejável colocar fotografias ilustrativas da propriedade. Caso tal não seja possível, sugerimos procurar a casa no Google Street View e fazer uma captura de ecrã. Incluir fotografias tornará muito mais fácil a identificação de cada casa e a adição de nova informação.
Propriedade: A entidade proprietária da casa (Estado, Particular, Cooperativa, Santa Casa da Misericórdia, etc). Caso esta informação não esteja disponível, é só seleccionar "Desconhecido".
Tipo de ocupação: O estado atual de ocupação da propriedade (Desabitado, Selado, Totalmente devoluto, etc).
Função: O propósito de utilização do imóvel (Armazém, Comercial ou Residencial).
Classificado: Caso o imóvel esteja classificado pelo IPPAR, assinala esta opção.
Descrição: Neste campo é possível incluir informação adicional que esteja disponível sobre esta propriedade.

Não deixem de consultar o site do Geodevolutas para obter a informação completa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por vir até aqui. Volte em breve pois novas coisas e ideias serão acrescentadas! Se tem sugestões não hesite em partilhá-las para que este blogue nos seja mais útil e interessante!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...